segunda-feira, 9 de dezembro de 2013




Quando um grande amor se faz, de tudo a gente pensa ser capaz ....

sexta-feira, 3 de maio de 2013


“Nada que vale a pena é fácil. Lembre-se isso.” - Nicholas Sparks

sábado, 13 de abril de 2013

''A razão pela qual dói tanto nos separarmos é porque as nossas almas estão ligadas. Talvez, sempre tenham sido assim e para sempre serão. Talvez, tenhamos vivido mil vidas antes desta, e em todas elas tenhamos nos encontrado. E, talvez, em cada uma delas tenhamos sido obrigados a nos separar pelos mesmos motivos. Isso significa que esta despedida é, ao mesmo tempo, um adeus pelos últimos dez mil anos e um prelúdio do que virá.
Quando olho para você, vejo a sua beleza e seu encanto e sei que ficaram mais fortes a cada vida que você viveu. E sei que passei todas as vidas, antes desta, procurando você. Não alguém como você, mas você, porque a sua alma e a minha têm de estar sempre juntas. E assim, por alguma razão que nenhum de nós dois entende, fomos forçados a dizer adeus.
Eu adoraria dizer que tudo vai dar certo para nós, e prometo fazer tudo que eu puder para que isso aconteça. Mas, se nunca mais voltarmos a nos encontrar, e se isto for verdadeiramente uma despedida, sei que nos veremos em outra vida. Nós nos encontraremos de novo, e talvez até lá as estrelas tenham mudado, e então nós nos amaremos, não só naquele momento, mas por todas as vidas que tivemos antes.''
— Diário de uma Paixão

quinta-feira, 4 de abril de 2013



“Lembra do que já fomos? Não precisa responder, eu sei que se lembra. Não tem como ter esquecido, não assim, tão rápido. Foram tantas madrugadas em claro, tantos assuntos esquisitos. Tantas brincadeiras, tantos sorrisos. Ainda me lembro da forma como me chamava e se eu fechar os olhos, eu consigo ouvir tua voz. Não sei como fomos nos perder no tempo. Não sei.”
Querido John

sábado, 30 de março de 2013

“Ele não sabe mais nada sobre mim. Não sabe que o aperto no meu peito diminuiu, que meu cabelo cresceu, que os meus olhos estão menos melancólicos, mas que tenho estado quieta, calada, concentrada numa vida prática e sem aquela necessidade toda de ser amada.

Ele não sabe quantos livros pude ler em algumas semanas. Não sabe quais são meus novos assuntos nem os filmes favoritos. Ele não sabe que a cada dia eu penso menos nele, mas que conservo alguma curiosidade em saber se o seu coração está mais tranqüilo, se seu cabelo mudou, se o seu olhar continua inquieto.

Ele nem imagina quanta coisa pude planejar durante esses dias todos e como me isolei pra tentar organizar todos os meus projetos. Ele não sabe quantos amigos desapareceram desde que me desvencilhei da minha vida social intensa. Que tenho sentido mais sono e ainda assim, dormido pouco. Que tenho escrito mais no meu caderno de sonhos. Que aqui faz tanto frio, ele não sabe por mim.

Ele não sabe que eu nunca mais me atentei pra saudade. Que simplesmente deixei de pensar em tudo que me parecia instável. Que aprendi a não sobrecarregar meu coração, este órgão tão nobre. Ele não sabe que eu entendi que se eu resolver a minha dor, ainda assim, poderei criar através da dor alheia sem precisar sofrer junto pra conceber um poema de cura.

Hoje foi um dia em que percebi quanta coisa em mim mudou e ele não sabe sobre nada disso. Ele não sabe que tenho estado tão só sem a devastadora sensação de me sentir sozinha. Ele não sabe que desde que não compartilhamos mais nada sobre nós, eu tive que me tornar minha melhor companhia: ele nem imagina que foi ele quem me ensinou esta alegria.”

Marla de Queiroz

Efeitos de um primeiro amor


 
Eu te adicionei no facebook e nós começamos a conversar, porque eu fui corajoso e eu tomei a iniciativa. Mesmo sempre tendo a sensação que estava incomodando, não conseguia me conter e sempre lhe chamava, mesmo quando não tivesse assunto algum. Não importava o assunto, eu só queria arranjar uma maneira de conversar com você. E todas as vezes que você respondia com carinho e atenção, meu coração acelerava de forma surpreendente. Porém, toda essa conversa foi longe demais e eu me apeguei a você de tal forma que não deveria. Passei a te amar e desde então, não consegui mais controlar os meus sentimentos. 
Eu não me arrependo de ter feito tudo aquilo que fiz, porque eu sei que tudo o que eu fiz foi para tentar chamar sua atenção e te mostrar de alguma forma que queria conversar, queria sua atenção e que sentia algo - muito - especial por você, por mais em vão que tudo tenha sido. E eu sei que fui bobo e ingênuo ao ponto de pensar que um dia você poderia se interessar por mim, pelo menos um pouco daquilo interessei por ti. Acredite ou não, você foi o meu primeiro amor e, infelizmente, acabou se tornando também a minha primeira desilusão amorosa. Hoje eu tenho certeza: não sabia o que era amar e sofrer por amor, antes de lhe conhecer.
Eu, como qualquer bobo apaixonado, já quis tanta coisa e mentalizei muitos planos para nós, mas eu estou tentando ao máximo parar com isso, pois eu sei que se continuar, irei aumentar ainda mais a minha dor, por não poder realizar cada um desses sonhos ao seu lado. Então, eu achei melhor cortar o mal pela raiz e não fazer mais nenhum plano que envolva nós dois, juntos.
Mas, apesar de tudo, eu não consigo lhe odiar por todo esse sofrimento e lhe desejo, do fundo do meu coração, toda a felicidade do mundo, mesmo que isso me custe a dor de te ver sendo feliz ao lado de outra pessoa. E talvez o amor seja justamente isso: querer o bem e a felicidade do outro, independente de qualquer coisa ou situação.
Confesso também que choro por você todas as vezes na hora de dormir, na tentativa de as lágrimas levarem toda a dor dentro de mim. Está sendo inútil e até agora, nenhum resultado. Mas eu não vou desistir, pois qualquer tentativa de esquecer, já é boa - e confortante - o suficiente para que eu a deixe escapar. E amanhã eu espero voltar a fazer aquilo que não faço durante meses: sorrir.
Agora preciso ir me deitar, pois o choro já está começando a surgir e eu não quero, em hipótese alguma, que alguém me veja chorar. Por isso eu choro no escuro e quando estou prestes a dormir: para que ninguém veja o quão fraco eu sou.
Até qualquer hora, meu amigo (posso lhe chamar assim?) leitor.
Texto escrito por: Lyvia Rodrigues 

terça-feira, 26 de março de 2013





Sinto saudades de quem não me despedi direito, das coisas que deixei passar, de quem não tive mas quis muito ter.
- Clarice Lispector.

Se passa o dia, o tempo e conto as horas, e eu sem perceber
Que estou parado vendo o seu retrato, e não vou mais te ver
E vou tentando aceitar (...)

 Bruno e Marrone

sábado, 2 de março de 2013


" Há medo em meu jardim, pois uma rosa disse adeus pra mim... Mas tudo tem um fim eu sei, só não sonhava que seria assim (...) " Rosa de Saron.



quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013



Tenho sentido uma vontade sobrenatural de ligar para alguém que não me atenderia mais, tenho vontade de dizer que faz falta o que não vivi.
Caio Fernando Abreu.

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013


Tudo que eu queria te dizer era tudo que eu não posso mais te dizer, ou tudo que eu queria ouvir mais vezes, muito tempo antes de chegarmos a esse ponto de partida, minha partida, tão adiada partida.

- Gabito Nunes.

sábado, 23 de fevereiro de 2013


Eu não sabia, Senhor, que o mundo era tão vasto e doloroso.
E que, desejando a vastidão do mundo, meu coração conheceria também a vastidão da dor.
Porque, Senhor meu, permitiste que eu tentasse fugir da minha pequenez? 
Porque me deste todos esses sonhos muito maiores do que eu? ( Caio F. )

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013


É difícil conter as lagrimas quando o coração insiste não acreditar que tudo acabou. Não é fácil aceitar como tudo se perdeu tão de repente sem ao menos notar, erro meu ou seu? Não sei, será difícil saber. Encantos que em menos de um segundo se perdeu no ar, as vontades que foram levadas junto com a brisa do vento, foi tão leve que nenhum de nós percebemos, será? Ou deixamos passar, sem ao menos lutar pelo o que tanto desejávamos? Poderia ter sido muito mais que sonho, poderia ter sido amor, talvez não para sempre, mas o suficiente para ser eterno na vida, no olhar, no sorriso, nas lembranças, minhas, suas, de nós.
Talvez eu aceite o que o destino reservou, desilusões criadas, perspectivas além do meu alcance, seria um sonho impossível? Não sei, nunca saberei. Mas essas perguntas me seguirão, por que não sei quando e como saber... Mas continuo seguindo minha estrada, tentando acreditar que tinha que ser assim, e que a saudade seja minha única saída, a de saber de que nem tudo foi ilusão, porque não se sente saudades quando uma chama não é acesa. 
_____________________________________________________ ( T R R )

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013


E nesse silêncio profundo se esconde a minha vontade de gritar. (Clarice Lispector)

sábado, 16 de fevereiro de 2013

Já que você não está aqui
O que posso fazer
É cuidar de mim
Quero ser feliz ao menos
Lembra que o plano
Era ficarmos bem... 


Vento no Litoral - Legião Urbana

Aonde está você agora além de aqui dentro de mim...?

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013


'E devo dizer ainda que gostaria de vê-lo feliz,
apesar de tudo o que me fez sofrer nos últimos tempos.'   Caio F.


segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013


 “Mas, ao mesmo tempo eu queria acreditar que você era diferente, porque eu sempre tive esperança em você, sempre achei que você iria me fazer ver o mundo com outros olhos.” ( Tati Bernardi)

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013



Tem horas que eu me perco sem você aqui, aí eu lembro tá tão longe de mim. E o meu coração grita: mas ta aqui dentro.  (Caio Fernando de Abreu)

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013


Já coloquei a música que me fazia mal e fechei os olhos, lembrando de tudo  que estava me corroendo…só pra chorar, na esperança de tudo aquilo passar. 

Caio Fernando de Abreu

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013


- E nessa de cuidar, vou cuidar de mim. De mim, do meu coração e dessa minha mania de amar demais, de querer demais, de esperar demais. Caio Fernando de Abreu



- Não sinto raiva, não sinto nada. Sinto saudades, de vez em quando. Quando penso que poderia ter sido diferente.

Caio Fernando de Abreu

sábado, 12 de janeiro de 2013



“Eu escolheria você. Se me dessem um último pedido, eu escolheria você. Se a vida acabasse hoje ou daqui mil anos, eu escolheria você.” ( Tati Bernardi)

“Quem gosta mesmo de nós vai até o fim. Quem não gosta dá um passo para frente e recua quinze.” (Clarissa Corrêa)

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013


Não compreendo como querer o outro possa tornar-se mais forte do que querer a si próprio.    (Caio Fernando de Abreu)

sábado, 5 de janeiro de 2013


“A pior coisa do mundo é quando alguém faz você se sentir especial, e de repente, te deixa de lado. E aí você tem que agir como se não se importasse.”
Skins.

“Poderíamos ser tão felizes, poderíamos ser tão amor… Mas simplesmente hoje somos apenas distantes.”  (Tati Bernardi)

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

" Quero sempre poder ter um sorriso estampando em meu rosto,
Mesmo quando a situação não for muito alegre...
E que esse meu sorriso consiga transmitir paz
para os que estiverem ao meu redor.
Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém...
E poder ter a absoluta certeza de que esse alguém
também pensa em mim quando fecha os olhos,
que faço falta quando não estou por perto.
Queria ter a certeza de que apesar de minhas
renúncias e loucuras, alguém me valoriza
pelo que sou, não pelo que tenho...
Que me veja como um ser humano completo,
que abusa demais dos bons sentimentos
que a vida proporciona,
que dê valor ao que realmente importa,
que é meu sentimento...e não brinque com ele."

( Mario Quintana)

terça-feira, 1 de janeiro de 2013


“Mas a gente espera, lá no fundo, perdido, soterrado e cansado,
que a vida compense de alguma maneira.”
Tati Bernardi.  

Seguidores

Arquivo do blog

Tamires Rangel

Minha foto
Jequie, BA, Brazil
É dificil dizer realmente quem sou na verdade... Pois assim como o tempo passa, as coisas mudam, Eu sinto que mudo com elas. Estou em constantes mudanças... Talvez não por que quero, mas sim por que é preciso. Sinto que cada dia, eh uma nova descoberta de saber quem realmente Sou. Obrigado Pela visitaa. Volte sempre. Beijokas. Tamires Rangel ♥