terça-feira, 28 de agosto de 2012


“Eu também tive meu coração machucado. Me dei mal, meu bem, ninguém escapa. Mas o bom disso tudo é que agora consigo abrir meu coração sem rodeios. Sim, amei sem limites. Dei meu coração de bandeja. Sonhei com casinhas, jardins e filhos lindos correndo atrás de mim. Mas tudo está bem agora, eu digo: agora. Houve uma mudança de planos e eu me sinto incrivelmente leve e feliz. Descobri tantas coisas
. Existe tanta coisa mais importante nessa vida que sofrer por amor. Que viver um amor. Tantos amigos. Tantos lugares. Tantas frases e livros e sentidos. Tantas pessoas novas. Indo. Vindo. Tenho só um mundo pela frente. E olhe pra ele. Olhe o mundo! É tão pequeno diante de tudo o que sinto. Sofrer dói. Dói e não é pouco. Mas faz um bem danado depois que passa. Descobri, ou melhor, aceitei: eu nunca vou esquecer o amor da minha vida. Nunca. Mas agora, com sua licença. Não dá mais para ocupar o mesmo espaço. Meu tempo não se mede em relógios. E a vida lá fora, me chama.”



VIA - Doce Caio.

domingo, 26 de agosto de 2012

“Eu te amo. Mesmo negando. Mesmo deixando você ir. Mesmo não te pedindo pra ficar. Mesmo não olhando mais nos teus olhos. Mesmo não ouvindo a tua voz. Mesmo não fazendo mais parte dos teus dias. Mesmo estando longe, eu te amo. E amo mesmo. Mesmo não sabendo amar.”
Caio F. Abreu

sábado, 18 de agosto de 2012

Eu quis tanto ser a tua paz, quis tanto que você fosse o meu encontro. Quis tanto dar, tanto receber. Quis precisar, sem exigências. E sem solicitações, aceitar o que me era dado. Sem ir além, compreende? Não queria pedir mais do que você tinha, assim como eu não daria mais do que dispunha, por limitação humana. Mas o que tinha, era seu. Caio Fernando Abreu
Eu estava entendendo tanto todas as coisas, e tudo principalmente que é de dentro das pessoas — assim como uma piedade amorosa, uma piedade cúmplice e também parceira de pequenas dores (ou grandes talvez), procuras, tentativas, quedas, quebras. — Caio Fernando Abreu

sábado, 4 de agosto de 2012




"Então não o ama mais?
- Amo. Só guardei isso num cofre. E tranquei. E esqueci a senha. 
Não porque quis. Foi preciso."


Caio F. Abreu

Seguidores

Tamires Rangel

Minha foto
Jequie, BA, Brazil
É dificil dizer realmente quem sou na verdade... Pois assim como o tempo passa, as coisas mudam, Eu sinto que mudo com elas. Estou em constantes mudanças... Talvez não por que quero, mas sim por que é preciso. Sinto que cada dia, eh uma nova descoberta de saber quem realmente Sou. Obrigado Pela visitaa. Volte sempre. Beijokas. Tamires Rangel ♥